R∴T∴ KARNAK, Nº014, Or∴Oeiras

Karnak é o nome do antigo local do Templo de Amon, o Deus-Sol, em Tebas no Egito. Os egípcios designavam o local por Nesut-Towi, “o trono das duas terras”, Ipet-Iset, “o melhor dos lugares”, ou ainda Ipet-Sut, “o mais seleto dos lugares”. O complexo de Karnak desenvolveu-se ao longo de quase dois mil anos, principalmente entre a XII e a XX dinastia dos faraós. O templo ainda esteve submerso nas areias do deserto até ao inicio do século XIX e foi descoberto pelos arqueólogos de Napoleão Bonaparte.

O nome original, Karnak, está relacionado a ver com a antiga crença egípcia de que Tebas foi a primeira cidade fundada nas terras primordiais que surgiram após o caos na origem do mundo. Naquele tempo, o Deus-Criador Atom começou aí o seu trabalho de criação e por isso o templo foi aí levantado. Acredita-se que Karnak tenha sido um antigo observatório e um local de culto onde o Deus-Sol Amon interagia diretamente com o povo da terra.

Em honra ao trabalho de culto realizado durante dois mil anos em Karnak, a Grande Loja Simbólica de Portugal consagrou o R∴T∴Karnak a praticar o Rito Antigo e Primitivo de Memphis-Misraim, a Or∴ de Lisboa.

Desde 19-02-2019, os obreiros do R∴T∴ Karnak trabalham do meio dia à meia noite cheia na busca do conhecimento e da sabedoria.

Para questões e contactos, utilize o e-mail disponibilizado. Caso pertença a uma Obediência Maçónica, por favor faça-o através da Grande Secretaria ou da Grande Chancelaria.

Garantimos total sigilo e confidencialidade.

Quero partilhar
Translate »