COMUNICADO


Desde sempre o Afeganistão tem sido alvo de campanhas militares por invasores estrangeiros. As campanhas de Alexandre o Grande e do imperador Gengis Khan foram exemplo disso em tempos remotos. Porém, também nas últimas décadas este território foi palco de disputa pela URSS e mais recentemente pelos EUA. Seja por motivos, territoriais, políticos ou religiosos, o povo afegão tem sido martirizado pela continuada ausência de uma liderança forte e independente de interesses estrangeiros. A recente invasão do país e da sua capital por forças terroristas, fanáticas e obscuras, conduziram a um descalabro social e humanitário que deveria envergonhar todo o ser humano em qualquer parte do mundo. Adicionalmente, ataques terroristas que envolvem alvos civis são crimes hediondos que a todos deve fazer refletir.

A Grande Loja Simbólica de Portugal, fortemente protectora do ser humano e dos seus direitos, liberdades e garantias, estabelece-se ao lado dos milhões de seres humanos afegãos e de outras nacionalidades que se vêm privados do seu direito mais fundamental, a liberdade. E quando tudo se questiona sobre o repatriamento e exilio de muitas crianças, mulheres e homens, a humanidade dá pequenos sinais de retrocesso civilizacional e dirige-se perigosamente na direcção das ideias extremistas e ditatoriais daqueles que tanto crítica internamente nos seus países. Também aqui a Maçonaria Universal e Grande Loja Simbólica de Portugal expressam a necessidade de decisões urgentes, sem espaço para dúvidas e hesitações.

A Grande Loja Simbólica de Portugal afirma-se agora e sempre defensora de uma sociedade fraterna e progressista. Por isso, solidariza-se com o povo afegão neste momento de grande sofrimento e indecisão por parte da comunidade internacional. A Declaração Universal dos Direitos do Homem não serve apenas para fundamentar discursos políticos elaborados com palavras bonitas, deverá aplicar-se sempre e quando for necessário para salvaguardar a dignidade humana.


Lisboa, 29 de Agosto de 2021

O Grão Mestre

Amadeu Alves

www.grandelojasimbolicaportugal.com
glsp@grandelojasimbolicaportugal.com
ler documento…