Logo da Grande Loja Simbólica de Portugal

Grão Mestre Amadeu Alves

2020-2023

Meus Queridos Irmãos em todos os Graus e Qualidades

As minhas primeiras palavras, enquanto Grão-Mestre Eleito, vão para Vós, Obreiros da Grande Loja Simbólica de Portugal.

A eleição para o Grão-Mestrado, de 2020 a 2023, decorreu num sistema de representação proporcional, a nível nacional de todas as Lojas e Triângulos Maçónicos. Dadas as circunstâncias sociais provocadas pela pandemia mundial COVID-19, a eleição decorreu, pela primeira vez na história da Maçonaria Portuguesa, por voto eletrónico, tendo sido salvaguardados os valores essenciais do Direito como a confidencialidade do voto, a autonomia e transparência da Comissão Eleitoral e a permanente fiscalização de todo o ato eleitoral pelo Grande Tribunal Maçónico.

Meus Queridos Irmãos,

Quero aproveitar esta minha primeira intervenção como Grão Mestre da Grande Loja Simbólica de Portugal, que muito nos orgulha, para enviar um forte Triplo Abraço Fraternal a todos os Obreiros e um agradecimento muito especial a todos os Delegados das Resp:. Lojas e Triângulos que me elegeram e me incumbiram a responsabilidade de liderar este grandioso e desafiante projeto. Assumo humilde e responsavelmente esta função e conto com cada um de vós, e todos sem exceção. A Grande Loja Simbólica de Portugal somos todos nós. Assumo-o com os princípios e valores que aqui me foram transmitidos e num espírito de sentido de Dever e Missão. Assumo-o sem a procura de protagonismos estéreis e, apenas e só, por todos nós.

Meus Queridos Irmãos,

Como bem sabemos, a Maçonaria guia-nos no propósito de nos colocarmos ao serviço do bem e de toda a humanidade. Como a nossa missão é praticar os valores da Liberdade, da Igualdade e da Fraternidade, avançamos rumo a esta Causa Maior com o espírito da nossa cadeia de união, perpétua e inquebrável, combatendo a ignorância de um Mundo irracional, de populismos e extremismos, no qual os Direitos Humanos têm sido continuamente violados. Peço-vos, por isso, que continuemos juntos e unidos, sem amarras nem dogmas, munidos de uma resiliência indestrutível de modo a abraçar esta causa, a maior das missões da Grande Loja Simbólica de Portugal.

A Nossa Grande Loja é a terceira obediência Maçónica Portuguesa, tendo-se sempre (i) pautado por uma elevada discrição das suas atividades, (ii) mantido uma inquebrável ligação institucional ao Grande Oriente de França (maior obediência maçónica da Maçonaria Liberal do mundo), e (iii) sustentado no domínio filantrópico, social e o desenvolvimento intelectual/espiritual dos seus membros, respeitando a Liberdade Absoluta de Consciência.

Porque damos primazia à seletividade e qualidade (em detrimento da quantidade) na admissão dos nossos Obreiros, este é o momento ideal para estimular todas as Nossas Lojas e Triângulos no cumprimento das obrigações e desafios para o crescimento sustentado da Grande Loja Simbólica de Portugal.

Também neste Grão-Mestrado, iremos incrementar e solidificar as nossas relações com as Potências Maçónicas nacionais e internacionais.

Fraternalmente e solidários, sempre juntos, vamos estar discretamente presentes e ativos nos programas sociais e na intervenção junto da Sociedade através da nossa querida associação profana, a qual muito me orgulho de ter presidido durante os últimos anos e ter dedicado o meu tempo à nobre causa de ajuda aos mais carenciados e desprotegidos.

Os próximos tempos serão difíceis face à situação pandémica e à grave crise económica e humanitária, mas tenho a certeza de que juntos e unidos iremos ultrapassar as dificuldades e sair vitoriosos deste desafio, contribuindo para uma sociedade mais justa e perfeita.

Meus Queridos Irmãos,

Finalmente gostaria de dedicar algumas palavras ao Nosso Querido Irmão Orpheu. Tal como na mitologia grega Orpheu era singular pela sua arte da harmonia (ao som da sua lira de nove cordas, os pássaros pousavam, as árvores permaneciam imóveis e os animais selvagens tornavam-se dóceis), também o Nosso Querido Irmão Orpheu, Past Grão-Mestre Pedro Rangel, é um Maçom singular na história da maçonaria portuguesa pelas suas qualidades ímpares. Fundador da Grande Loja Simbólica de Portugal, o Nosso Querido Irmão Pedro Rangel foi, é e será sempre uma referência da Maçonaria Portuguesa e o maior alicerce do espírito que aqui vivemos. Tem sido a voz do coração, mas também da razão. É a energia que nos contagia, que nos liberta para a aprendizagem e que nos conforta nos momentos menos bons. Assim, deixo-lhe aqui expresso o Meu (e Nosso) agradecimento por tudo aquilo que ele representa para nós. Quero também agradecer ao nosso Grão Mestre cessante, Filipe Bruno desejando-lhe as maiores felicidades pessoais e profissionais.

Meus Queridos Irmãos,

Despeço-me de vós relembrando-vos que é no nosso Templo Interior, no desenvolvendo das nossas capacidades intelectuais e espirituais, numa verdadeira Egrégora em Paz, Amizade e Harmonia com todos, que devemos agir diariamente. É esta a nossa missão, uma Maçonaria que nos orgulha a todos.

De Norte a Sul de Portugal, um grande “Bem Haja” pelo vosso apoio, confiança, dedicação e lealdade.

Meus Queridos Irmãos,
Recebam o meu Triplo Abraço Fraternal.

Disse.
Amadeu Alves.

Grão Mestrados